Dirigentes
Rapidinhas
Dirigente Industrial - Onde indústrias e produtos são notícias
Publicitário da Borghi Lowe comenta sobre crescimento do e-commerce em 2016

Publicitário da Borghi Lowe comenta sobre crescimento do e-commerce em 2016


Relatório sobre e-commerce divulga dados sobre o perfil dos consumidores brasileiros e as suas preferências de compras através da plataforma



São Paulo (DINO) 15/03/2016 - Em uma boa crescente, o e-commerce brasileiro já acumula mais de 39 milhões de consumidores e um faturamento total que alcançou R$ 41,3 bilhões no ano de 2015. Esses dados foram divulgados pelo relatório WebShoppers, feito pelo E-bit/Buscapé, e enviados para a imprensa no último dia 24 de fevereiro. Para 2016, as expectativas são ainda melhores, pois os ganhos devem chegar a aproximadamente R$ 44,6 bilhões, informa o CEO da antiga Borghi Lowe, José Borghi.

O ticket médio gasto em compras pelos consumidores brasileiros em 2015 também apresentou um aumento de 12%, chegando a R$ 388,00. De acordo com a pesquisa, esse aumento foi resultado de uma procura maior por aparelhos telefônicos e eletrodomésticos, e também pelo aumento nos preços em geral. Somado a isso, está ainda o fato das classes socioeconômicas A e B terem começado a comprar mais através da internet, enquanto o frete grátis, anteriormente muito comum, tem se tornado cada vez mais restrito.

O relatório WebShoppers também deu destaque para a relevante participação das empresas do segmento dos celulares e telefonia. No ano de 2014, a Samsung possuía a liderança no ticket médio na categoria, enquanto a Motorola ocupava a segunda colocação. Já em 2015, a Motorola tomou a primeira posição, sendo seguida por Samsung e LG, comenta o publicitário da Mullen Lowe, antiga Borghi Lowe.

Entre as informações divulgadas pela pesquisa, está o perfil dos consumidores brasileiros. Segundo ela, a faixa etária que mais utiliza o e-commerce é a de 35 a 49 anos, que representam nada menos do que 39% dos consumidores. A faixa etária dos 50 anos também pode ser considerada expressiva, com 33%, enquanto jovens de 25 e 34 anos correspondem a 21% e consumidores de até 24 anos representam 8% desse comércio.

Em relação as formas de pagamento mais utilizadas, explica o CEO da Mullen Lowe, antiga Borghi Lowe, o que predomina é o parcelamento em três vezes no cartão, sendo seguido pelo pagamento à vista e pelo parcelamento em dez vezes. Os meios mais utilizados na hora de finalizar as compras são o primeiramente, o cartão de crédito, seguido pelo boleto bancário. Além disso, quase 90% das compras são realizadas por um notebook ou desktop, enquanto apenas cerca de 10% são finalizadas por celular ou tablet.

Entre as categorias que mais lucraram em questão de faturamento estão: "Eletrodomésticos", "Eletroeletrônicos", "Telefonia e Celulares", "Casa e Decoração" e "Informática". Paralelamente, a categoria "Moda e Acessórios" permaneceu na liderança no número total de pedidos feitos pela internet, contudo, teve uma queda de quase 20% em comparação ao ano de 2014, relembra José Borghi, da antiga Borghi Lowe.

Ainda segundo o relatório, as categorias mais utilizadas pelos consumidores na hora de comprar online em 2015 foram: "Viagens e Turismo", "Eletrônicos", "Eletrodomésticos", "Celulares" e "Informática". Em contrapartida, informa o publicitário da Borghi Lowe, as categorias menos vendidas pelo e-commerce são: "Petshop", "Alimentos e Bebidas", "Construção e Ferramentas", "Papelaria e Escritório", "Artes e Antiguidades", "Artigos Religiosos" e “Joalheria".

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de: DINO 15/03/2016

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

DIRIGENTE INDUSTRIAL
  • O portal das empresas, para
  • empresários, dirigentes,
  • compradores e vendedores
Informativo